terça-feira, 24 de abril de 2012

Impressões da Viagem II - As galerias de Montréal


Olá meus amigos !
Conforme prometido, hoje vou falar das Galerias subterrâneas de Montréal.
Pode parecer ingenuidade, mas quando eu ouvia falar em cidade subterrânea eu imaginava uma cidade com ruas e casas, no subsolo, nunca imaginei encontrar uma estrutura tão funcional e bela como a das galerias. (bobinho eu)
Montreal possui 32 Km2 de galerias no subsolo. É a RÉSO de Montréal, Réseau Souterrain (Rede Subterrânea). Realmente é muuuita coisa para se ver.
Muitos prédios, públicos e privados, têm ligação direta com tais galerias, você pode estar em um banco, descer as escadas e voilá! Você está na galeria. Além de boa parte das estações de metrô do centro da cidade ter ligações diretas com elas.

Mapa da RÉSO Le plus vaste réseau de galeries intérieures au monde (A maior rede de galerias subterrâneas do Mundo)



Eu acho que a melhor definição para as galerias é: um grande shopping embaixo da cidade!

Galeria Les Ailes


 Podemos andar horas e horas embaixo da cidade sem ter a menor necessidade de subir ao nível da rua, tem de tudo! Tudo mesmo. Supermercados, clínicas médicas, odontológicas, veterinárias, lojas de todos os tipos, prestadores de serviços, museus, bancos, salões de beleza, só uma coisa eu não me lembro de ter visto, mas desconfio que exista: academias de ginástica.
Em alguns corredores é possível encontrar músicos “trabalhando”.

Imaginem o prazer em ouvir um Bach num corredor!
Geralmente há praças de alimentação, como as que temos nos shoppings, com a diferença que essa praça de alimentação pode ter mais de um nível. Na estação Peel, do metrô, fica a Galeria Cours Mont-Royal, a praça de alimentação dessa galeria tem três níveis, é muito bacana, se você não encontra o que te interessa em um nível, vai encontrar nos outros, basta descer a escada. Outra coisa interessante é que cada Galeria tem um motivo artístico na sua praça de alimentação.

Praça de alimentação da Galeria Cours Mont-Royal

Praça de alimentação da Galeria Les Ailes

Com raras exceções, podemos desfrutar de Wi-Fi nas praças de alimentação. Aliás eu achei muito interessante que mesmo estando no subsolo, os celulares funcionam tranquilamente, até mesmo no metrô (claro que a ligação não fica lá uma “Brastemp”, mas dá pro gasto).

Enfim, as galerias subterrâneas de Montréal são uma grande solução para os tempos de inverno rigoroso. Gastamos Gostamos muito delas e vou parar por aqui antes que eu babe no teclado. heheheh

Acho que o próximo post será sobre as pessoas, atitudes e posturas.

À la prochaine!


P.S.: Acabei de encontrar os números relativos à RÉSO, eis alguns:

  • 63 prédios interligados
  • 43 estacionamentos internos
  • 9 grandes hotéis com acesso direto
  • 17 museus e outros locais de entretenimento próximos
  • 8 estações de metrô 
  • 2000 estabelecimentos comerciais
  • 500.000 visitantes e usuários
  • 190 pontos de entrada, etc
Fonte: http://ville.montreal.qc.ca/portal/page?_pageid=7317,79977650&_dad=portal&_schema=PORTAL

Estão vendo essas propagandas do Google aí em baixo??!! Se vocês puderem fazer a gentileza clicar aí ... basta clicar e fechar em seguida (se quiser) o Sr. Google diz que me dará um din-din se forem muitos cliques. :D sorrisão:D sorrisão:D sorrisão:D sorrisão:D sorrisão:D sorrisão:D sorrisão:D sorrisão:D sorrisão:D sorrisão:D sorrisão:D sorrisão:D sorrisão:D sorrisão:D sorrisão:D sorrisão:D sorrisão

5 comentários:

  1. Cleuber! Sobre as pessoas fiquei curiosa! Você visitou Ville de Quuébec?? Bises!

    ResponderExcluir
  2. Legal o post, eu já conheço o de Toronto, mas parece que o de Quebec é maior mesmo... gostei.

    ResponderExcluir
  3. Ta ficando massa os posts...escreve ao menos uns 10 ai pra gente saber mais e ficar babando aqui.
    Abraço

    ResponderExcluir
  4. Amamos o blog. Iremos acompanhá-los. Um excelente recomeço pra vocês!

    abç,
    Carol e Dorival
    caroledorival.blogspot.com

    ResponderExcluir